-

  • Biblioteca Escolar - Escola Secundária de Vila Real de Santo António
  • sábado, abril 11, 2009

    Corin Tellado morre aos 82 anos


    A escritora espanhola Corín Tellado, criadora de pequenos romances que são considerados antepassados das actuais telenovelas, morreu hoje de madrugada, aos 82 anos, na cidade de Gijón (Espanha). Entre os autores espanhóis só fica atrás de Cervantes ( 'D. Quixote') no que toca ao número de leitores.

    Corín Tellado, cujo verdadeiro nome era María del Socorro Tellado López, terá vendido acima de 400 milhões de exemplares dos mais de quatro mil livros que escreveu ao longo da vida. Quase todos com intrigas marcadas pelos encontros e desencontros amorosos e que foram devorados por gerações de leitoras na Espanha, América Latina e também em Portugal.

    As 897 obras de Corín Tellado com registo na Biblioteca Nacional começaram a ser editadas em Portugal na década de 50, sobretudo pela Editorial Íbis, mas foi nos anos 70 e 80 que a Agência Portuguesa de Revistas publicou a maioria dos seus livros, com títulos tão sugestivos quanto 'O Meu Grosseiro Marido', 'Temos que Casar o Papá', 'A Tua Dúvida Destrói-me' ou 'Respeita a Minha Indecisão'.

    Nascida a 25 de Abril de 1926 em Viavélez, uma localidade costeira da região das Astúrias, Corín Tellado começou a escrever muito cedo e em 1945 lançou 'Atrevida Apuesta'. Na passada quarta-feira terminou o seu último título, encomendado pela revista 'Vanidades'.
    Leonardo Ralha

    Sem comentários: