-

  • Biblioteca Escolar - Escola Secundária de Vila Real de Santo António
  • quarta-feira, março 03, 2010

    NOVA EDIÇÃO DO ELOS CLUBE DE FARO "ALMA ALGARVIA" DE MARIA JOSÉ FRAQUEZA


    O Elos Clube de Faro edita mais uma obra, desta feita oAlgarve e as suas tradições são o pano de fundo de umlivro que reune Pragas Algarvias, Lendas Algarvias e Alcunhas eApelidos, prefaciado pela Exma. Senhora Governadora do Distrito deFaro, Drª Isilda Varges Gomes. A apresentação terá lugar no auditório da Biblioteca Municipal de Faro António Ramos Rosa, no próximo dia 10 de Marços, pelas 18,00 horas eem breve muitas outras se sucederão por todo o Algarve.

    Apresentação da obra: O tempo guarda as memórias que só o talento de Maria José Fraqueza poderevelar neste livro ímpar da cultura algarvia que é também da culturaportuguesa. Nesta terra abençoada por Deus, quente e cheia de luz, pincela com arte eengenho a palavra escrita de uma poetisa e escritora que sabe e sente omurmurar do mar, o cheiro da maresia e o encanto do seu povo, das suasgentes, da azáfama do dia-a-dia, com humor e magia na arte de saber comunicare transmitir a verdadeira herança cultural.

    ALMA ALGARVIA é um hino ao Algarve, a celebração de um grande amor à sua terrae às suas gentes imortalizadas pela riqueza dos falares, atitudes, crenças e tradições. E se a Alma é a essência do ser, assim este livro constitua uma celebraçãoà beleza e encanto desta terra que se fez ao mar e que nele se revê num eternoencontro entre as singularidades que o compõem, entre o mar e a serra,entre o calor e a luz e um céu mais azul só comparável à beleza do seu mar. O livro, somatório de três títulos já publicados, revela de forma simples esábia os usos e costumes do povo algarvio: Pragas e Lendas, um vastíssimo património cultural da tradição oral, genuinamente aqui transcritas;Alcunhas e Apelidos revela o humor e imaginação próprios de uma crítica socialpor muito tempo amordaçada e só permitida através de “ditos e bocas” queo povo tão bem sabe fazer.

    Resgatadas as tradições numa linguagem simples, porque é a voz do povo,não podemos deixar de sentir a presença da sua autora na forma como,apesar da simplicidade própria dos textos, consegue transmitir o seu sentir,as suas vivências e as suas memórias, em suma, a poesia que é a sua vida e quetambém aqui nos lega com a generosidade que lhe é peculiar.

    Maria José Fraqueza é a ALMA ALGARVIA e se das palavras se fizessem obras,difícil sería conter este caudal de talento a que temos, todos nós, algarvios,o privilégio de assistir.

    Dina Lapa de Campos
    Presidente do Elos Clube de Faro - Portal da Lusofonia

    Sem comentários: