-

  • Biblioteca Escolar - Escola Secundária de Vila Real de Santo António
  • quarta-feira, abril 28, 2010

    Feira do Livro de Lisboa


    Feira do Livro de Lisboa
    A 80.ª edição da Feira do Livro de Lisboa invade o Parque Eduardo VII, até dia 16 de Maio. Há obras com 50 por cento de desconto (títulos com mais de 18 meses de preço fixo). É a Hora H, uma espécie de happy hour em versão literária.
    Este ano o espaço da feira voltará a ter um palco para concertos, que vão do jazz à música clássica, passando pelo rap e brasileira. Haverá um espaço infantil, com um parque onde as crianças podem desenvolver actividades lúdicas acompanhadas por monitores. Como o horário foi alargado - abertura às 12h30, de segunda a sexta, e às 11h ao fim-de-semana e feriados - a Associação Portuguesa de Editores e Livreiros (APEL) quer levar à feira o maior número possível de escolas. O encerramento é às 23h30 e, desta vez, é possível escolher jantar entre quatro restaurantes.

    Entre os 236 pavilhões mantém-se a praça Leya (com os habituais 16 pavilhões) e também o Pavilhão dos Pequenos Editores (57). A Assembleia da República e o Centenário da República têm um pavilhão e haverá uma exposição no auditório da APEL sobre a Comemoração do Centenário da República. Os debates passam por temas como República e monarquia, Os melhores livros do ano, Hábitos de leitura, Livros infantis, Literatura em viagem ou ainda Os livros do futuro. Autores estrangeiros como Sveva Casati Modignani, Robert Muchamore, Paul Hoffman, Ricardo M. Salmón, Dorothy Koomson, Luis Sepúlveda e Ricardo Pinto virão dar autógrafos. Uma empresa fará auditorias diárias para ver se todas as regras estão a ser cumpridas (preços, espaços, etc.).

    Sem comentários: